Blog de comunicación del Escolasticado Latinoamericano Sacramentino

Se ha producido un error en este gadget.

viernes, 3 de diciembre de 2010

Celebrai!

Por Ir. Gleidson, SSS
Os dias cursam como instáveis rios da vida, dando movimento ao tempo que se arrasta insistente junto aos barcos de ilusões cotidianas, à procura das encostas de suas satisfatórias realizações. Assim seguimos, sustentando essa corporeidade criada continuamente pelo toque do Criador, beijando a natureza de nossos lábios existenciais, travestindo de significação cada momento vivido e ainda por viver.
Em tempos natalinos é perceptível a proximidade de um dilatado período celebrativo. Uma ocasião repleta de sentimentos que reclama ser preparada com generosidade e sensibilidade de coração. A própria etimologia latina da palavra “celebrar” (celebrare - expressa um ato de solenizar, de festejar, de exaltar uma determinada realidade) nos ajuda a reconhecer que todos nós necessitamos de um ritmo celebrativo, algo de sagrado se desvelando na ritualidade humana, em seus motivos, em seus contextos e em suas relações.
Fato é que, muitas vezes, não nos dispomos a apreciar a fundo e com cuidado essa privilegiada temporada de comemorações incidindo em cada detalhe de nossa história. O desgaste do afã diário, as emoções feridas, o incômodo da solidão, a cobiça material, o excesso de tecnologias, a impressão de vazio espiritual e tantos outros estorvos e dissabores, diariamente, ofuscam nosso ser e nos desagradam com a efemeridade do sem-sentido da vida.
É sensato não nos esquivarmos em tomar consciência de que nem sempre estaremos afeitos a estabelecer uma síntese contemplativa e reflexiva do que constantemente se passa com nossa capacidade de encantamento.
Mas não podemos deixar que o fluxo ordinário dessa vida, da qual somos responsáveis, arrefeça seu célebre sentido de existência neste mundo extraordinário idealizado por Deus. Ainda que possa parecer mero devaneio, e para além das circunstâncias a que chegamos, não resta dúvida de que nossa vida é especial e por isso necessitamos vivê-la nobremente. Daí a importância de celebrá-la em tantas ocasiões, que conferem uma pródiga alegria e brilho aos nossos dias. Simples assim, seja pelo motivo do Natal ou das festas de Fim de Ano, o importante é não desperdiçar a oportunidade de estar com os mais queridos, estimulando e fortalecendo os laços e seus efeitos, ritualmente acontecendo em cada vivência.
Assim sendo, meus apreciados seres humanos, experimentemos celebrar:
Continua...

No hay comentarios:

Publicar un comentario