Blog de comunicación del Escolasticado Latinoamericano Sacramentino

Se ha producido un error en este gadget.

miércoles, 24 de noviembre de 2010

Congregação do Santíssimo Sacramento
Província de Santa Cruz
Superior Provincial
Buenos Aires, 24 de Novembro de 2010
Religiosos Sacramentinos
Religiosas e Leigos/as Sacramentinos
Província de Santa Cruz, Brasil

Estimados Irmãos/as:

Iniciamos no dia 22 ultimo o primeiro dia, na Basílica do Ssmo. Sacramento, em Buenos Aires, o XIX Capitulo da Província de Imaculada (Argentina-Chile).

Como família latino-americana partilhamos a vida, sonhos e fragilidades. O Senhor eucarístico nos guia e nos inspira no nosso caminho.

E, nesse caminho de unidade, os Religiosos Sacramentinos de Argentina-Chile assumiram o grande desafio da unificação. Que isso significa?

A unificação é um tema de dialogo de muito tempo entre Brasil e Argentina-Chile. O objetivo é unir-se para ser mais forte. Ser uma só Província com as forças da Família Sacramentina do Brasil, Argentina e Chile.

Em Capitulo, os religiosos de Imaculada aprovaram o caminho e, agora, iniciaremos a agenda da Unificação.

O mesmo capitulo de Argentina e Chile já elegeu seu Governo para o processo de unificação: P. Provincial: Julían Acevedo, sss; Conselheiros: Leopoldo e Daniel; e Ecônomo: Carlos Gerk.

Hoje seguimos com o planejamento da Província Imaculada, e continuarei partilhando nosso caminho de Sacramentinos em América Latina.

Que venha o reino eucarístico,
P. Francisco Junior DeOliveira Marques, sss
Superior Provincial

domingo, 21 de noviembre de 2010

Dia Nacional dos Leigos

No próximo domingo, 21, a Igreja no Brasil celebra o Dia Nacional dos Cristãos Leigos e Leigas. A data ocorre sempre no último domingo do Ano Litúrgico, na Festa de Cristo Rei do Universo.

Na abertura da V Conferência dos Bispos da América Latina e Caribe,em Aparecida (SP), em 2007, o papa Bento XVI convocou os cristãos leigos a assumirem a sua missão com “audácia e entusiasmo”.

Segundo o Papa, os leigos “devem sentir-se co-responsáveis na construção da sociedade segundo os critérios do Evangelho, em comunhão com os seus pastores”. Bento XVI deu ainda um recado para a Igreja: “Promover um laicato amadurecido, responsável com a missão de anunciar e fazer visível o Reino do Senhor”.

Esta vocação dos leigos é recordada pelo presidente do Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB), Laudelino Augusto. “O Dia Nacional do Cristão Leigo nos leva a refletir e aprofundar nossa identidade, vocação e missão; a celebrar nossa vida como membros do Corpo Eclesial e a homenagear a tantos que assumem o laicato”, destacou Laudelino. Ele cita o papa João Paulo II para lembrar que ”a vocação e missão dos cristãos leigos se realizam na Igreja e no mundo. Na Igreja, são vários ministérios confiados aos leigos e leigas, para a edificação do Corpo Eclesial e, no mundo, a construção da sociedade justa e solidária, no trabalho, na família, na educação, na cultura, na política...”.

Sujeitos de direitos

Para o bispo responsável pelo Setor Leigos da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Antônio Celso de Queirós, a Igreja caminha, cada dia mais, para a consolidação do leigo como parte principal da sua estrutura.“Os leigos são a parte principal da Igreja. São a grande parte do povo de Deus. Hoje há todo um esforço na Igreja, não só no Brasil, mas no mundo todo, para compreender que os leigos são sujeitos de Pastoral, portanto, sujeitos de direitos e de missão dentro da Igreja. Sem os leigos, temos uma Igreja manca, uma Igreja que é capaz de falar, de propor o Evangelhos, os valores humanos, sobretudo na sociedade, mas não tem braços para realizar. Sem o leigo não há Igreja!”, afirmou.

O bispo responsável pelas Comunidades Eclesiais de Base (CEB’s), dom Adriano Ciocca, exorta os leigos a se comprometerem com a missão.“O tempo que estamos vivendo, principalmente depois da Conferência de Aparecida, impele a todos nós cristãos a assumir o compromisso da missão. Uma missão que deve ser conversão das comunidades, da Igreja, Pastoral, mas também abertura para uma nova Evangelização que abranja todos aqueles que foram batizados e não conhecem a fé e nem nunca ouviram falar da figura de Jesus Cristo”, disse.

Histórico
Desde o ano de 1991, o Dia Nacional dos Cristãos Leigos é comemorado na Festa de Cristo Rei, que marca o fim do ano litúrgico na Igreja. A data foi definida pela Assembleia Geral do CNLB, em continuidade com a tradição da Ação Católica que realizava, nesta festa, a renovação das promessas batismais e refletia sobre a missão dos leigos. Todos os anos, o CNLB apresenta temas e sugestões de celebrações para esse dia com o objetivo de fazer crescer a consciência da vocação dos leigos na Igreja e no mundo. Cada diocese é responsável pela comemoração da data.

Fonte: CNBB

miércoles, 17 de noviembre de 2010

Santa Sé anuncia criação de novo site

Reunirá todas as fontes de informação vaticanas
O presidente do Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais, Dom Claudio María Celli, anunciou ontem a criação de um novo portal da Santa Sé na internet.

O anúncio foi feito durante a conferência de imprensa de lançamento da nova unidade de TV de alta definição do Centro Televisivo Vaticano.
Dom Celli disse que o portal permitirá que “confluam, também de maneira multimídia, várias fontes de notícias vaticanas”, como a Sala de Imprensa da Santa Sé, o jornal L’ Osservatore Romano, Rádio Vaticano, o Centro Televisivo, a agência Fides e a Congregação da Propaganda Fide.

Ainda não foram definidos o nome e a data do lançamento do portal. “Ele será um ponto de conexão entre vários centros de produção de notícias da Santa Sé que estarão reunidas num único meio”, disse o prelado, afirmando, entretanto, que “se manterá a independência de cada órgão de informação”.

Fonte: ZENIT

Papa constata “primavera eucarística” na Igreja

"Eu gostaria de afirmar com alegria que hoje, na Igreja, há uma 'primavera eucarística'": esta foi a mensagem do Papa durante a audiência geral desta manhã, na Praça de São Pedro.

Bento XVI constatou que muitas pessoas "dedicam seu tempo a estar diante do Tabernáculo, silenciosas, para desfrutar de um diálogo de amor com Jesus! É consolador saber que muitos grupos de jovens redescobriram a beleza de rezar em adoração diante da Santíssima Eucaristia".

Diante dos milhares de peregrinos reunidos na praça, o Papa falou sobre outra mulher da Idade Média, Santa Juliana de Cornillon, mística e impulsora da festa de Corpus Christi em toda a Igreja, conhecida também como Juliana de Lieja, que viveu na Bélgica no século XIII.

O Pontífice quis sublinhar a importância de recuperar a adoração eucarística fora da Missa: "A fidelidade ao encontro com o Cristo Eucarístico na Santa Missa dominical é essencial para o caminho de fé, mas tentemos também visitar frequentemente o Senhor presente no Tabernáculo!".

Citando a encíclica Ecclesia de Eucharistia, constatou que "em muitos lugares, é dedicado amplo espaço à adoração do Santíssimo Sacramento, tornando-se fonte inesgotável de santidade". "Contemplando, em adoração, a Hóstia consagrada, encontramos o dom do amor de Deus, encontramos a Paixão e a Cruz de Jesus, assim como sua Ressurreição. Precisamente por meio do nosso olhar em adoração, o Senhor nos atrai a Si, dentro do seu mistério, para transformar-nos como transforma o pão e o vinho", afirmou.

O Papa mostrou seu desejo de que "esta 'primavera eucarística' se difunda para vez mais em todas as paróquias, em particular na Bélgica, a pátria de Santa Juliana".
Corpus Domini
Juliana ficou órfã aos 5 anos e foi acolhida em um convento de religiosas agostinianas, onde mais tarde vestiu o hábito. "Além de uma inteligência vivaz, Juliana mostrava, desde o começo, uma propensão particular à contemplação; tinha um sentido profundo da presença de Cristo, que experimentava vivendo de maneira particularmente intensa o sacramento da Eucaristia", explicou o Papa. Desde muito jovem, teve uma visão na qual a lua aparecia em seu pleno esplendor, com uma faixa escura que a atravessava diametralmente.

"O Senhor a fez compreender o significado do que lhe aparecera. A lua simbolizava a vida da Igreja na terra; a linha opaca representava, no entanto, a ausência de uma festa litúrgica, para cuja instituição se pedia a Juliana que trabalhasse de maneira eficaz."

Com o tempo, Juliana contou sobre suas visões a outras duas santas mulheres, com as quais trabalhou intensamente para promover a festa do Corpus Domini. "As três mulheres estabeleceram uma espécie de "aliança espiritual", com o propósito de glorificar o Santíssimo Sacramento", explicou o Papa.

Esta determinação supôs também muitas dificuldades, até o ponto de ter de abandonar o convento devido à oposição do superior do qual dependia seu mosteiro. Juliana teve de ser acolhida em outros mosteiros cistercienses, em um dos quais morreu, diante do Santíssimo Sacramento exposto.

Nove anos depois, o Papa Urbano IV, que havia conhecido Juliana pessoalmente, instituiu a solenidade de Corpus Christi como festa de preceito para a Igreja universal, na quinta-feira depois de Pentecostes.

Fonte: ZENIT

domingo, 14 de noviembre de 2010

Congressos eucarísticos, contribuição para nova evangelização

Audiência do Papa aos membros do Comitê Pontifício para os Congressos Eucarísticos
Para Bento XVI, os congressos eucarísticos estão chamados a oferecer uma contribuição essencial à nova evangelização, mostrando a Eucaristia como “centro difusor do fermento do Evangelho” e “força propulsora para a construção da sociedade humana”.
O Papa recebeu, na última quinta-feira, os participantes da plenária do Comitê Pontifício para os Congressos Eucarísticos, presidido pelo arcebispo Piero Marini.
O pontífice explicou que “pela comunhão com o Corpo de Cristo, a Igreja se converte cada vez mais em si mesma: mistério de unidade ‘vertical’ e ‘horizontal’ para todo o gênero humano”.

“Aos sinais de desagregação, que a experiência cotidiana mostra tão arraigados na humanidade por causa do pecado, contrapõe-se à força geradora de unidade do Corpo de Cristo, indicou o Papa. A Eucaristia, formando continuamente a Igreja, cria também comunhão entre os homens”.

Por isso, explicou, “é tarefa dos congressos eucarísticos, sobretudo no contexto atual, também dar uma peculiar contribuição à nova evangelização, promovendo a evangelização mistagógica (cf. Exortação apostólica pós sinodal Sacramentum caritatis, 64), que se realiza na escola da Igreja em oração, a partir da liturgia e através da liturgia”.

“Mas cada congresso leva em si também um sopro evangelizador no sentido mais missionário, até o ponto em que o binômio Eucaristia-missão passou a fazer parte das diretrizes propostas pela Santa Sé”.

É importante, entretanto, continuou o Papa, “que cada congresso eucarístico saiba implicar e integrar, segundo o espírito da reforma conciliar, todas as expressões do culto eucarístico extra missam que estão enraizadas na devoção popular, assim como as associações dos fiéis que se inspiram na Eucaristia de distintas maneiras”.

No começo da audiência, o arcebispo Marini saudou o pontífice em nome dos membros do Comitê Pontifício, dos delegados nacionais designados pelas distintas conferências episcopais e da delegação do Comitê local irlandês, guiada pelo arcebispo de Dublin. A capital da Irlanda será a sede do próximo encontro mundial, de 10 a 17 de junho de 2012.

Fonte: ZENIT

jueves, 11 de noviembre de 2010

Queridos irmãos (as) no carisma sacramentino,
Partilho um pouco daquilo que enche nossa alma e sacia nosso coração sedento do amor de Deus, através destes fragmentos de Sto Eymard - Flores da Eucaristia. (200 anos com São Pedro Julião Eymard - 1811/2011 ! )

"Habituai-vos a ver passar as coisas do mundo como as gotas de um riacho; deixai-as correr, murmurando, agitando-se, entrechocando-se. Quanto a vós, descansai aos pés de Nosso Senhor, e se as criaturas vierem a faltar-vos ou provar-vos, ouvi a voz de Deus que vos diz: "Eu te basto".Não há estado mais feliz que o da alma só desejosa de agradar a Deus, que procura somente a estima e proteção de Deus, e a do próximo como e enquanto Deus quer. Então, nem ventos, nem tempestades humanas conseguem perturbá-la, porque Deus é o seu tudo.Com efeito, quando Deus está contente, estejamos nós também. Se Deus nos ama, que nos importa o resto? Se temos Deus a nosso favor, porque nos inquietarmos e nos entristecermos com o que está contra nós?Ide portanto a Nosso Senhor sempre com uma grande simplicidade da alma e um santo abandono, considerando apenas estas duas coisas: vossa miséria e sua bondade, seu amor por vós. E se o mundo vos ignorar, esquecer-vos , bendizei a Deus. Haveis de amá-LO então com maior pureza , como faziam os santos. "

Fraternalmente,
Viviane

martes, 9 de noviembre de 2010

Em Bogotá, uma experiência real

Do dia 1 de outubro ao dia 26 de novembro, para uma missão a pedido da CLAS, não pensei duas vezes ao receber tal convite para estar com os estudantes do ESCOLASTICADO LATINOAMERICANO em Bogotá.

Seria para permanecer somente por uma semana, mas achei por bem ficar até o encerramento das atividades do ano. Escrevo a todos os que têm esta oportunidade de fazer a leitura neste blog.

Minha experiência pessoal na casa do Escolasticado me faz uma pessoa agraciada, de maneira a compreender melhor a vontade de Deus dentro de uma inculturação forçada, considerando despreparado por não ter estudado a língua hispânica, somente encorajado pelo padre Júnior, SSS que me dirigiu este convite para estar aqui como SSS a caminho. Tendo somente a Eucaristia como alimento na caminhada de missão, posso dizer que ser irmão, na América Latina, é conhecer, sentir e estar em família sacramentina.

Destaco também a maneira simples e bela do acolhimento de padre Álvaro, SSS e dos irmãos que já os conhecia do tempo em que estiveram no Brasil para o Noviciado. Motivaram-me e continua motivando, a pronunciar o espanhol nas celebrações, desde o primeiro dia em que aqui cheguei. O clima da região é saudável, faz bem a saúde, os que adaptam ao frio das montanhas, a alimentação variável de frutas típicas, como o tomate de árvore (suco) e amora.

Bem, entre tantas coisas que me leva agradecer a Deus por este quase dois meses de minha experiência Latino-americana, digo a todos que vale a pena viver como irmãos.

Padre João Batista Lopes, SSS

sábado, 6 de noviembre de 2010

Ordenação Diaconal



“Pela fé somos discípulos,
pelo amor somos apóstolos”.
S. Pedro Julião Eymard
O Senhor concedeu-me a graça de poder consagrar minha vida como um religioso sacramentino e, no tempo presente, me chama a servi-Lo como diácono.

Juntamente com a Família Souza e Silva e a Família Sacramentina, quero bendizer a Deus por este dom. Convido a você e a sua família (comunidade) para participar da Celebração Eucarística na qual serei ordenado diácono.

Pela imposição das mãos e pela Oração Consecratória de Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, colocar-me-ei a serviço da Igreja.

Peço suas orações a fim de que Deus jamais deixe de me sustentar com a sua graça e força presentes na Palavra, na Eucaristia e na vida do Povo de Deus, para que eu possa realizar a sua vontade em minha vida.

Ir. Marcelo Carlos da Silva, sss
Dia: 05 dezembro 2010
Oração da Manhã (Laudes solene): 08h30
Ordenação Diaconal: 09h
Local: Catedral Nossa Senhora da Boa Viagem
Belo Horizonte – MG.
Mais informações:
Rua Sergipe, 175 - Bairro Funcionários
CEP.: 30130-170 Belo Horizonte – MG
Tel.: 031 3222 2191 ou 3222 2361.


Obs.: Aos que forem se hospedar em nossa casa, favor confirmar a presença até 26 de novembro.
Sejam bem-vindos e sintam-se em casa!

Cel.: 031 8423 4667 (Ir. Marcelo);
Email:
marcellosssbrasil@yahoo.com.br

Congregação do Santíssimo Sacramento
Província de Santa Cruz – Brasil
www.sacramentinos.com.br

jueves, 4 de noviembre de 2010

URGENTE SE FAZ

“Há milhões em agonia, sem qualquer consolo, sem qualquer alento.
Urgente se faz afagar a vida ferida como está.
Cantar alguma canção, cantiga simples de consolar e refazer
a chama que no peito do povo tem sede de gás.
Cantar pro vento levar, pra noite guardar,
pra ninar o sono e acordar o sonho.
Urgente se faz afagar a vida ferida como está.
Convocar os poetas do pão e das cores,
da palavra nova e das canções de rebeldia.
Todos em assembléia permanente,
até destrancar a porta e deixar escancarada a saída
que, numa noite qualquer, encontramos fechada.
Deixe passar toda fúria e toda ira reprimida...
Deixe sair e escorrer toda lágrima
que no ódio das derrotas impostas engolimos.
Urgente se faz afagar a vida ferida como está.
Chamar quem se escondeu, lembrar a quem esqueceu
e, até dar uma nova chance a mais a quem negou.
Só aos traidores será negado ver a síntese acontecer, a vida reviver...
Urgente se faz”.

Zé Vicente

martes, 2 de noviembre de 2010

Con alegría he compartido 23 días en el Escolasticado CLAS.
Fueron días de vivir la fraternidad, la Eucaristía y el servicio. He encontrado a un grupo de hermanos, que lo podría catalogar, llenos de esperanza y de vida espiritual. En todo momento me he sentido cómodo entre ellos y ha sido constante el afecto que recibí de parte de todos ellos.
Además tuve la ocasión de compartir y acompañar en la pastoral que realizan algunos de los hermanos, en especial con los jóvenes de VentaQuemada. Fue una experiencia inolvidable acompañarlos en el campamento, ya que tuvieron una gran apertura y un espíritu servicial.
Agradezco a toda la comunidad de Escolásticos, por haberme recibido fraternalmente y acompañarme en estos días en mis oraciones y a vivenciar la Eucaristía. Me llevo del Escolasticado un hermoso recuerdo de fraternidad, con la esperanza de poder compartir con ellos la vida religiosa.
Gracias
P. Carlitos sss