Blog de comunicación del Escolasticado Latinoamericano Sacramentino

Se ha producido un error en este gadget.

lunes, 5 de abril de 2010

FELIZ RESSURREIÇÃO! - FELIZ AMANHECER DA VIDA

Nova manhã no amanhecer da vida

Amanheceu... simples e belo, quando o desvelar da noite alcançou os primeiros rastros do sol despertando suavemente os segredos da Terra, acendendo em nós os reflexos de um novo dia.

E eu tenho você aqui do meu lado dourando espetáculos de pequenos milagres: carícia do vento na pele, colorido de flores, hino de pássaros, sorriso de criança, lágrima compartilhada, acalanto amigo... e a presença mística dos anjos fecundando um novo tempo no alvorecer dos nossos jardins.

Nossos olhos já podem ver lá fora o céu claro inspirando imensidão, clareando o solo da nossa consciência e firmando o precioso mistério de existirmos em tudo. Afinal, um novo dia com você influi força e encanto no prosseguimento da vida, encoraja o peso dos passos no avançar da esperança e evoca gloriosas vitórias no deslizar de nossos destinos.

Amanheceu... e a luz divina penetrando o nosso espírito dilata a nossa visão para contemplarmos sua chama crepitando vidas com valores eternos. E podemos sentir o calor do seu amor beijando nossos afetos, depositando silenciosamente em nosso peito vivacidade e equilíbrio, aumentando a nossa capacidade de amar e ser feliz.

O Criador não desiste de abraçar sua criação acordando o paraíso celeste escondido na morada humana. Pois, em nosso mundo, ainda existe a certeza de que o Sol da sagrada manhã continuará cintilando o céu do coração daqueles que se nutrem de seus divinos raios, mesmo quando o cercar da noite vier com a obscuridade de seus enigmas: passos, portas, frestas, pão, mesa, vontade, sonhos, memórias, saudades.

Uma nova manhã, uma explosão de carinho, um louvor de gratidão e uma prece devota: Senhor guia-nos com o brilho do teu olhar dadivoso para colhermos os frutos da tua graça que dão sentido e força espiritual ao nosso ser.
Que a tua luz serena se derrame sobre nós e aquiete a dor da alma humana.
Que o ardor do teu Espírito aqueça este dia, consagrando o seu decurso, até que o anoitecer nos ofereça o repouso tranqüilo para escrevermos as profecias de novos amanheceres reluzentes entre nós e o céu.

Que o Espírito da Nova Manhã prevaleça qual rebrilho de olhar amigo selado pelo compartilhar das almas respirando o animo que põe a vida em movimento: o amor.

Ir. Gleidson Forte Martins, SSS

1 comentario:

  1. Belíssimo!
    Texto inspirado. Chegou a me emocionar pela beleza e luz contidos em cada palavra.
    Eliana

    ResponderEliminar