Blog de comunicación del Escolasticado Latinoamericano Sacramentino

Se ha producido un error en este gadget.

martes, 2 de marzo de 2010

Indo ao deserto do coração...


Lá posso ir mais além
Orar o Divino
Deixar seu Espírito repousar e mover em mim
Nutrir do Seu Ruah
Meu hálito, meu consolo
Que sintoniza, alimenta, ordena, edifica
Plenifica o viver
A cada inspiro, sinto o sopro de vida entranhando
Consumindo toda existência, silenciosamente
A revitalizar minhas realidades

Ir ao deserto do coração...
Onde há um profundo manancial
Jorrado como puro regato
Aos espaços mais secos
Onde ainda persistem as fraquezas, os medos, os vícios...
Sua água é viva e limpa: converte, renova, purifica e sacraliza

Ir. Gleidson, sss

1 comentario:

  1. Gleidson,
    Seu poema remete-nos a descobrir em nós um manancial de capacidades,potencialidades talvez nunca exploradas. A partir da mística do deserto,podemos adentrar no mais profundo do nosso ser e respirar "Ressurreição".
    Lindo poema, com gosto de vitória!
    Abraço,
    Viviane

    ResponderEliminar