Blog de comunicación del Escolasticado Latinoamericano Sacramentino

Se ha producido un error en este gadget.

domingo, 15 de agosto de 2010

Mãe do belo amor / enviado pela nossa irma Viviane

Família Sacramentina

Celebrando juntos a Assunção de Nossa Senhora e para que tenhamos nela, mulher eucarística, modelo e inspiração partilho com vcs um pequeno trecho dos sermões de S. Pedro Julião (A Divina Eucaristia) quando se dirigia às servas do Santíssimo Sacramento.
MARIA MODELO DO DOM DE SI
"Eis o dom de si mesma; uma consagração cujo espírito se estende a todos os atos da vida, em virtude da qual não nos consideramos mais perante Deus como alguém, mas como membro do corpo de Jesus Cristo, de que Ele é chefe, alma e pessoa; que nos anima a nada julgar, a nada empreender por nós mesmos... E esse dom é motivado por um amor generoso e desinteressado que nos inspiram as belezas e amabilidades de Jesus Cristo, o reconhecimento de seus direitos, sobremodo daqueles que derivam da Comunhão, quando vem a nós para tomar posse da nossa alma, em nós viver, em nós mandar, qual Senhor soberano.
Ora, essa vida que vos entrega inteiramente a Deus, oferece-vos, em primeiro lugar, a Santíssima Virgem Maria como seu modelo acabado."Eis a Serva do Senhor". É a fórmula do dom de si mesma... assim também Maria é para sempre a escrava de amor do Espírito Santo e toda sua vida será apenas a manifestação de sua submissão, de sua obediência e do total esquecimento de sua pessoa.
Sendo o amor que a impele, será chamada a Mãe do belo amor, isto é, desse amor que ama a Deus por Ele mesmo, pelas suas Perfeições e Belezas, por ser Ele o princípio e o fim de tudo. Observai-a durante toda sua vida, vítima desse puro amor, amando a seu Divino Filho por Ele, e não por ela, nunca lhe pedindo consolação para si, nunca tentando desviá-lo da morte, nem mesmo a fim de gozar mais um pouco de um Filho tão querido, ou retardar a hora, mas sim acompanhando-o ao Calvário para lá sofrer com Ele, disposta a substituí-lo, se assim quisesse o Pai, ou até imolá-lo para cumprir com as ordens da Justiça Divina. Em tudo isso poderá se preocupar a si mesma? Não é de fato amor por amor?"
Abraço fraterno,
Viviane
Leiga sacramentina - pastoral vocacional

No hay comentarios:

Publicar un comentario